(Sim, é verdade, este post está atrasado, mas, como se costuma dizer "mais vale tarde que nunca".)

O PaperLoveBaby fez um ano! Um ano!

E que ano fantástico, de amor, de aprendizagem, de crescimento!

Haveria muito para escrever sobre estes 12 meses que passaram a uma velocidade estonteante, mas este não é um blogue sobre maternidade ;) é um blogue sobre os PaperLoveToys e, por isso, é isso que vos vou mostrar...

Para o bolo do D. desenhei uma teepee e um totem, porque ele é um pequeno índio e, confesso, é um mundo que sempre me fascinou. Para além de não ter muito jeito para fazer bolos, o tempo tem sido mesmo muito limitado (mudanças vêm a caminho, escreverei mais tarde sobre isso...), por isso contei com a ajuda do Cantinho dos Meus Bolos, onde pude escolher um bolo sem lacticínios e sem ovos, para o bebé poder comer, com uma decoração muito simples, mas completamente ao encontro do que eu pedi. Obrigada!

Ah, mas pensámos que ias desenhar um PaperLovebaby para pôr no bolo... Eu sei, eu sei, mas quis experimentar fazer algo diferente, exactamente por ser para o bolo, e fiquei muito contente com o resultado :D

A nossa festa foi pequenina, só com os avós (no dia seguinte ao do aniversário, porque o pai teve de ir trabalhar) e muito simples. Os avós ajudaram a fazer o almoço, porque aqui a mãe achou que conseguia cozinhar a tempo para mais do que duas pessoas e afinal não tem estaleca (não, fazer almoçaradas cá em casa não é mesmo o meu forte...) e os parabéns foram cantados mais baixinho, porque o paperLoveBaby não estava a perceber muito bem o que se estava a passar. Nesta idade, a festa é mais para os adultos...

Como não consegui enfeitar mais a sala dentro do imaginário índio, o topo de bolo foi mesmo o nosso elemento temático - dá para fazer paper toys tão, mas tão giros, é só pôr a imaginação a funcionar!

Espero que gostem, que se inspirem e que pensem aqui na "je" para fazer os topos de bolo (ou outros enfeites) das vossas festas!

Nota: os tios fotógrafos estavam a trabalhar, a nossa máquina está avariada, portanto as fotografias são do mais caseiro possível, tiradas com o telemóvel... Muito intimista, vá ;)

BoloPaperLovebaby
BoloPaperLoveBaby1

 

 

 

 

 

Comment