Partilhar uma paixão com os outros, deixar que eles entrem no nosso mundo, é abrir portas a tudo o que queiram partilhar connosco, é deixarmo-nos surpreender com os actos de amor que podem nascer dessa paixão que partilhámos.

A minha irmã tem lugar cativo neste mundo de papel em que eu escolhi viver e é alguém que me incentiva constantemente a continuar. Desta vez, fez mais do que isso; desta vez, a minha irmã trouxe-nos paper toys feitos por ela, pelas suas mãos. O móbil que podem ver nas fotografias foi carinhosamente montado para o PaperLoveBaby, por uma tia babada e dedicada, por uma tia magnífica.

Ficámos maravilhados e muito felizes! Fazer cada balão implicou dedicação, tempo (mais do que um bocadinho), cuidado, conhecimento (as cores foram escolhidas antes de eu escolher os tons do quarto do bebé), carinho. Amor. Muita gratidão da nossa parte.

Criar algo com as nossas mãos, pensá-lo e fazê-lo para oferecer a alguém é uma das melhores formas de demonstrar que gostamos dessa pessoa, por isso, se alguém vos oferecer um paper toy... É amor, sim.

Comment